A POSIÇÃO DA AICEB SOBRE A HOMOSSEXUALIDADE
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on skype

A POSIÇÃO DA ALIANÇA DAS IGREJAS CRISTÃS EVANGÉLICAS DO BRASIL SOBRE A HOMOSSEXUALIDADE.

“A AICEB, usando de sua liberdade religiosa e liberdade de se expressar, conforme a Constituição Federal, sendo submissa a Deus que criou o Homem e a Mulher, às Sagradas Escrituras e a sã consciência, declara sua posição firme e amorosamente a respeito da homossexualidade, tanto da pederastia quanto do lesbianismo”.

1. Deus, o Criador do homem (macho) e mulher (fêmea), os fez com estrutura peculiar e distinta um do outro com a finalidade última de glorificarem a Ele ao se complementarem
mutuamente através do relacionamento a dois para a perpetuação da espécie (Gênesis 2).

2. O homossexualismo não cumpre o propósito de Deus na Criação nem na Redenção nem na formação da família. Qualquer distorção desses princípios acarretará em sérios e trágicos resultados para a família, para a igreja e para a sociedade (Gênesis 19.23-29).

3. A Bíblia, nossa regra de fé e prática, registra que a prática homossexual é veementemente reprovada. Constatamos estes registros na Criação (Gênesis 2); na Lei (Levítico 18.22) e na Redenção (Romanos 1.27; 1 Coríntios 6.9; 1 Timóteo 1.10; Judas 7).

4. A “hermenêutica revisionista” que argumenta que o texto bíblico (texto que condena o homossexualismo, como: Gênesis 19, Levítico 18.22, Levítico 20.13 e Romanos 1.26-27), simplesmente significa algo diferente da interpretação tradicional da igreja, é plenamente inaceitável, visto que, tenta negar a autoridade e a inerrância das Escrituras Sagradas.

5. Em defesa das Escrituras Sagradas, contrapomos o movimento homossexual, pois ele vem tentando anular diretamente verdades centrais da Bíblia como questões sobre Deus, a natureza do homem, os propósitos e prerrogativas de Deus na criação, o pecado, a salvação, a santificação e indiretamente outros temas da teologia bíblica.

6. O homossexualismo é um dos pecados que ao ser regenerado pelo Espírito Santo, pode se arrepender de seu pecado e viver em comunhão plena com Deus e com a igreja, assim como os demais pecadores que eram praticantes de demais iniquidades (1 Coríntios 6.9-11).

7. Recriminamos a prática da violência ao homossexual.
a) Recriminamos a negligência em não anunciar o evangelho aos homossexuais;
b) Não será homofobia frisar que nas Sagradas Escrituras tanto o homossexual como qualquer pecador necessitam de fé em Cristo e arrependimento verídico. Diante disto, a AICEB pronuncia suas convicções bíblicas de forma compreensiva, justa e amorosa para com todos.

Texto aprovado na XXIX Convenção Geral da AICEB, 2017, São Luís – MA.

Últimos Posts

Próximos Eventos

01 - 03 dez 2021

REUNIÃO DA DIRETORIA GERAL

04 dez 2021

FORMATURA SCEN

12 dez 2021

DIA DA BÍBLIA

25 dez 2021

NATAL

Nenhum evento encontrado!
RECEBA NOTIFICAÇÃO DE NOVAS PUBLICAÇÕES
Rolar para cima